Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

O QUE JESUS NÃO QUIS DIZER EM MATEUS 6:19

Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;Mateus 6:19

 

Se o fizerem, se viverem para juntar tesouros aqui na terra, fica claro que seus olhos são maus. Não estão focados somente em Deus. 

Será que os cristãos observam este mandamento que professam ter recebido de Deus por meio de Jesus? De modo algum. Não. É como se essa ordem jamais tivesse sido dada... Mesmo os bons cristãos, conforme são denominados pelos outros e por si mesmos, não prestam a mínima atenção a esta ordem de Jesus Cristo.

Talvez, para muitos, ainda esteja escondido em seu original grego, pois não tomam nenhum conhecimento dele. Em que cidade se encontra um homem entre 500 que não tenha a mínima preocupação em acumular toda a riqueza que consiga? Onde está aquele que não aumentará ao máximo os seus bens? Há, é verdade, aqueles que não farão isso injustamente. Muitos não roubarão nem furtarão. Alguns não enriquecerão com a ignorância ou a necessidade do próximo. Mas o ponto é outro. Mesmo esses não fazem objecções ao ato, só à maneira de o fazer. Não ficam alarmados por desobedecerem a Jesus, mas apenas pela violação da moralidade pagã. Assim, até os homens honestos não são mais obedientes a esse mandamento do que um ladrão de estrada ou um arrombador. Aliás, eles nunca planearam obedecer.  Desde a juventude, isso nunca lhes passou pela cabeça. Foram criados pelos pais, mestres e amigos cristãos sem nenhuma instrução a esse respeito. Se receberam alguma instrução, foi esta: quebrar o mandamento assim que o conseguissem, e continuar a quebrá-lo até ao fim da vida. Não há casos de enfado com o mundo, o que é mais assombroso ainda. A maioria lê ou ouve a Bíblia com frequência. A maioria lê ou ouve essas palavras centenas de vezes, sem jamais suspeitar que são condenados por elas. Ah, que Deus fale com sua voz poderosa a esses que se enganam a si mesmos. Que Ele os desperte dessa armadilha do Diabo e permita que as escamas caiam dos seus olhos.

Talvez você questione o que significa acumular tesouros na terra. É necessário examinar esse ponto em detalhes. Primeiro, veremos o que não é proibido nesse mandamento. Então (no post seguinte) poderemos descobrir claramente o que ele proíbe.

Não somos proibidos de prover coisas honestas aos olhos dos homens. Não somos proibidos de obter fundos para pagar quando os nossos débitos justos nos são cobrados. Longe disso. Deus ensina-nos a não devermos nada a ninguém. Isso nada mais é do que uma lei simples de justiça comum. Jesus não veio para destruir, mas para cumprir a lei da justiça. Segundo, Jesus não nos proíbe de prover aquilo que é necessário para o nosso corpo. Precisamos de alimento básico, completo e suficiente. Precisamos de roupas limpas para vestir. É nossa obrigação prover essas coisas e não sermos um peso para ninguém.

Não somos proibidos de prover para a nossa família. Isso também é a nossa obrigação. Até os princípios da moralidade pagã exigem isso. Cada homem deve prover as necessidades básicas da vida para toda a família.  Com o seu exemplo, ensina aos seus como obter provisão. Assim, quando morrer e partir, eles serão capazes de prover para si mesmos.

Falo aqui das necessidades básicas da vida. Não me refiro a iguarias ou excessos. Não é obrigação do homem esforçar-se diligentemente para fornecê-los à família, muito menos a si próprio. Ninguém tem direito aos meios do luxo ou do ócio. Mas, se alguém não provê para os próprios filhos, praticamente nega a fé e é pior que o infiel ou o pagão.

Por fim, Jesus não nos proíbe de acumular o necessário para tocar nossos negócios seculares. Podemos, de tempos em tempos, juntar o dinheiro necessário para administrar nosso negócio na medida e no grau necessários. Ao fazê-lo, os propósitos precedentes devem ser cumpridos. Primeiro, não podemos dever nada a ninguém. Segundo, precisamos capacitar-nos para receber o que é necessário para vivermos. Terceiro, devemos prover os nossos familiares em suas necessidades com os meios adequados para obtê-las enquanto vivemos.

Agora podemos ver claramente, a menos que não estejamos dispostos a ver, o que Jesus proíbe quando diz: "Não ajunteis tesouros na terra"


Texto retirado do livro:

O Sermão do Monte

John Wesley

 

SÓ OS ESCOLHIDOS SERÃO SALVOS _ C. H. Spurgeon

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.Mateus 22:14

 

A vida eterna é dada a todos aqueles que a buscarem! Nunca nenhum homem veio a Cristo em busca da vida eterna, legal e espiritual, e ficou sem a receber. E, foi-lhe manifestado que a tinha recebido logo após ter vindo. Vamos considerar um ou dois textos:

"Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles." (Hebreus 7:25). Todo o homem que se chega a Cristo, verá que Ele é capaz de o salvar e, não o salva apenas um pouco, libertando-o de um pecado, livrando-o de uma tribulação, carregando-o um pouco para logo o deixar caír _ mas Ele é capaz de o salvar de todos os seus pecados, de todas as tribulações, até ao mais profundo das suas tristezas e até ao extremo da sua existência. Cristo diz a todo aquele que vem a Ele: "Venha pobre pecador, não me pergunte se tenho poder para o salvar. Eu não lhe perguntarei quão longe foi em seus pecados; Eu posso salvá-lo completa e perfeitamente."

 

SÓ OS ESCOLHIDOS VIRÃO

Agora vejamos outros textos:  "Aquele que vem a mim (notem que as promessas são para os que vêm) de maneira nenhuma o lançarei fora." (João 6:37).

Todo o homem que vem a Cristo encontrará a porta aberta. Todo o homem que vem _ digo isto no mais amplo sentido _ descobrirá que Cristo tem misericórdia dele. A coisa mais absurda do mundo é querer um evangelho mais amplo do que aquele que está registado nas Escrituras. Eu proclamo que todo o homem que crê será salvo _ que todo o homem que vem encontra misericórdia. As pessoas perguntam-me: "mas, suponha que um homem venha sem ter sido escolhido, ele será salvo?" Amigo, você está a supor um absurdo... não lhe vou responder. Se um homem não for escolhido ele nunca virá. Quando ele vem é uma prova segura de que foi escolhido.

Outro diz: "Suponha que alguém vá a Cristo sem ter sido chamado pelo Espírito Santo". Páre meu amigo, essa é uma suposição que não tem o direito de fazer, porque tal coisa não pode acontecer. Você diz isso para me enredar, mas não o conseguirá. Eu afirmo: todo o homem que vem a Cristo será salvo. Eu posso dizer isso com toda a clareza possível. Não tenho um evangelho que exceda em estreiteza ao que você tem só que o meu evangelho está alicerçado sobre um fundamento sólido, ao passo que o seu está contruído sobre a podridão. Todo o homem que vem a Cristo será salvo, pois, nenhum homem virá a Ele  "se o Pai que me enviou o não trouxer" (João 6:44). No entanto alguém diz: "Suponha que todo o mundo viesse, Cristo o receberia?" Certamente! Se todos viessem; mas eles não virão. Todos os que vêm _ sim, mesmo que eles fossem tão maus como os demónios, ainda assim Cristo os receberia; se eles tivessem todos os pecados e imundícies derramados nos seus corações, como se fizessem parte de um esgoto comum ao mundo todo, Cristo os receberia.

 

EXPIAÇÃO UNIVERSAL, UMA MENTIRA

Há quem argumente: "Eu quero saber o que vai acontecer ao resto das pessoas. Posso sair e dizer-lhes: Jesus Cristo morreu por cada um de vocês?" Não. A única coisa que você pode dizer é que há vida para cada homem que vem; contudo, se disser que há vida para aqueles que não crêem, profere uma mentira perigosa. Se você lhes disser que Jesus Cristo foi punido pelos seus pecados e assim mesmo eles se perderão, você mente deliberadamente. Como pode pensar que Deus puniu a Cristo e depois os vai punir a eles? _ eu admiro seu atrevimento ao dizer isso! Um dia, um homem estava pregando e afirmou que havia harpas e coroas no céu para toda a sua congregação; ele terminou a pregação de forma muito solene: "Meus queridos amigos, muitos daqueles para quem estas coisas estão preparadas, não chegarão lá".

Aquela pregação foi tão lamentável que dá vontade de chorar... ele devia ter chorado _ deveria ter chorado elos anjos do céu e por todos os santos, porque isso estragaria completamente o céu para eles.

Meus irmãos, quando vocês se reunirem no Natal, se perderam vosso irmão Davi, e o seu lugar está vazio, vocês podem dizer: "Bem, nós sempre desfrutámos do Natal, mas agora há um vazio _ Dvi está morto e sepultado!" Agora, pensem nos anjos dizendo: "Ah, este é um céu maravilhoso, mas não gostamos de ver todas estas coroas com teias de aranha! Não podemos suportar essa rua desabitada nem podemos olhar para esses tronos vazios!" Imagine-os, ao anjos, pobrezinhos, a flar uns com os outros: "Nenhum de nós está a salvo aqui, pois a promessa foi _ "Eu dou às minhas ovelhas a vida eterna", e há muitas delas no inferno, essas ovelhas, pelas quais Cristo derramou o Seu sangue, estão queimando no abismo e, se elas podem ser mandadas para lá, Ele também pode mandar-nos a nós. Se não podemos confiar numa promessa, também não podemos confiar noutra". Se isto acontecesse, o céu perderia o seu fundamento e cairia. Acabem com esse evangelho sem sentido!

Deus deu-nos um evangelho seguro é sólido, construído sobre as promessas e realcionamentos da aliança, com propósitos eternos e cumprimentos seguros.

 

NENHUM HOMEM DESEJA VIR

Por natureza, nenhum homem quer vir a Cristo. O texto diz: "E não quereis vir a mim para terdes vida." João 5:40. Eu afirmo, sob a autoridade das Escrituras, que o homen natural não quer vir a Cristo para ter vida. Eu digo-vos: poderia pregar-vos toda a vida e tomar emprestado a eloquência de Demóstenes ou de Cícero, mas vocês não desejariam vir a Cristo. Poderia implorar-vos de joelhos, com lágrimas nos olhos, mostrar-vos os horrores do inferno e o gozo do céu, como também expôr a vossa condição de perdidos e a suficiência de Cristo, porém nenhum de vocês viria a Cristo por vontade própria, a não ser que o Espírito Santo vos atraísse. A verdade que as Escrituras nos revela é que: Todos os homens, em sua condição natural, não virão a Cristo.

Parece que ouço alguns faladores insistindo: "Mas, eles não poderiam vir se quisessem?" Meu amigo, respondo-lhe noutra ocasião. A questão, no momento, não é essa. Estou falando sobre eles quererem, não sobre eles poderem. Note que, quando se fala de livre-arbítrio, o pobre arminiano, imediatamente começa a falar de poder, e mistura dois assuntos que devem ser mantidos separados. Poderemos falar sobre este texto: "Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer", noutra ocasião. Agora estamos a falar sobre a vontade. É certo que o homem natural não virá a Cristo para que tenha vida.

Podemos provar isso com muitos textos das Escrituras, porém usaremos uma parábola. Lembram-se daquela parábola na qual um certo rei deu uma festa para seu filho, e convidou muitos para a festa; os bois e os cevados foram mortos, e ele enviou seus mensageiros a chamar muitos para a ceia. Eles foram à festa? Não, não foram. Todos eles, a uma só voz, começaram a desculpar-se. Um disse que se tinha casado, portanto não poderia ir. O que o impediria de levar a esposa consigo? Outro tinha comprado uma junta de bois, e ia experimentá-los; mas... a festa era à noite, iria ele experimentar os bois no escuro? Outro tinha comprado um pedaço de terra e queria ir vêla; mas eu não acredito que a fosse ver com uma lanterna. Como vemos, todos apresentaram desculpas e não quiseram ir. Bem, o rei estava determinado a realizar a festa; portanto disse: "Vai às ruas e becos e convida-os _ espera! Não os convides _ obriga-os a entrar", pois mesmo os pobres das ruas nunca teriam ido a não ser que fossem compelidos.

Examinemos outra parábola: Um certo homem tinha uma vinha; no tempo determinado enviou um dos seus servos para receber o que lhe cabia do aforamento. O que é que lhe fizeram? Espancaram aquele servo. Ele enviou outro e apedrejaram-no. Enviou ainda outro e mataram-no. Por último ele disse: "Eu vou enviar-lhes o meu filho, eles ter-lhe-ão respeito." Mas, o que foi que lhe fizeram? Disseram: "Este é o herdeiro; vinde matemo-lo e apoderemo-nos da sua herança." e assim fizeram.

É assim com todos os homens, por causa da sua natureza. O Filho de Deus veio: no entanto, os homens rejeitaram-nO.

"Não quereis vir a mim para terdes vida."

 

Fonte: http://www.charleshaddonspurgeon.com/2010/06/somente-os-escolhidos-virao-c-h.html

 

Os Eleitos Chegarão ao Céu 3ª parte _ C. H. Spugeon

Cristo terá toda a terra!

Deus fez o mundo para Si. Quando Ele viu tudo o que tinha feito disse que era muito bom (Genesis 1:31). O mundo foi planeado para ser uma orquestra de louvor ao Senhor. Satanás veio e tomou toda a música e cântico. Ele estragou tudo. O mundo tornou-se um lugar maligno. Ficou cheio de morte, pecado e coisas más.

Todavia, Deus não está decepcionado. Este mundo que agora se encontra arruinado ainda cantará os Seus louvores. Tudo estará novamente em harmonia. Por enquanto Satanás é senhor de grande parte deste mundo. Não devemos contentar-nos com isso. Devemos levar o evangelho a todas as pessoas. Devemos tentar resgatá-las de Satanás que as mantém, como escravas. Pelo evangelho devemos libertar os cativos de Satanás. Precisamos trabalhar até que Cristo volte novamente. "Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará." (Hebreus 10:37). O mundo verá a vinda de Cristo. O inferno também verá a volta de Cristo e tremerá. Todos verão que Cristo venceu. Ele retomou todas as Suas possessões! "Nem uma unha ficará".

Tenho um pouco de ensino prático para vos dar:

De que lado estão vocês? Pertencem a Cristo ou a Satanás? Se ainda viverem uma vida de pecado, irão para o inferno quando morrerem. As ondas da ira de Deus submergirão cada um que não está em Cristo. Nenhum joio será deixado. "e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar;" (Mateus 13:30). Isto é o que irá acontecer aos que não pertencem a Cristo. Vocês pertencem a Cristo ou a Satanás?

Tenho outra pergunta: _ Vocês pertencem inteiramente a Cristo? Ele, só reinará sobre vocês como Senhor Soberano ou, não reinará. Vocês afirmam que esperam que Ele reine completamente sobre vocês? Orem para que Deus vos santifique completamente. Peçam-Lhe que vos santifique no corpo e no espírito. Peçam-Lhe que tome o controle total da vossa vida. Peçam-Lhe para vos tomar e fazer de vocês o que Ele quer que sejam. Deus ouvirá as vossas orações e vos fará completamente Seus.

Só mais uma questão:

Existe alguém que diz: "Receio não ser de Cristo. Contudo desejo pertencer-Lhe". Esse desejo é sincero?

Fico muito feliz por se sentir assim. Você não poderia desejar pertencer a Cristo a não ser que a graça de Deus tenha posto esse desejo no seu coração. Se você deseja vir a Cristo é certo que Ele o receberá. Venha a Ele como está. Confie n'Ele e será salvo. Confie somente em Jesus e seus pecados serão perdoados. Você pertencerá ao Senhor e será uma das suas jóias. "E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve." (Malaquias 3:17)

 

Fonte: http://www.charleshaddonspurgeon.com/2010/06/os-eleitos-hao-de-chegar-ao-ceu-c-h.html

Os Eleitos Chegarão ao Céu 2ª parte _ C. H. Spugeon

 

 

 

Quais são algumas das coisas preciosas que o povo de Deus perdeu em Adão?

1_ O homem foi criado à imagem de Deus. "E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem," (Gênesis 1:26). Visto que Adão foi desobediente a Deus, ele tornou-se um pecador. Somos também pecadores e perdemos aquela semelhança com Deus. Seremos semelhantes a Deus novamente. Seremos como Adão antes que tivesse pecado.

2_ Perdemos o favor de Deus. Ele amava Adão. Entretanto, Adão pecou, e por isso Deus não podia continuar a amar um homem que se rebelou contra Ele. Cristo restaurou-nos ao favor de Deus. Deus pode agradar-Se de Seu povo novemente. Foram-nos dados de volta dois privilégios divinos _ a semelhança e o favor de Deus. Adão também desfrutava de comunhão com Deus. "E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia;" (Gênesis 3:8). O pecado e Satanás roubaram-nos a comunhão com Deus. Cristo restaurou a nossa comunhão com o Pai.

Cristo recuperou para Seu povo a semelhança de Deus, o favor de Deus e a comunhão com Deus. Tudo isto foi roubado ao povo de Deus por Satanás. No final, os remidos terão mais do que Adão tinha. Deus amou Adão por consideração a ele. Deus amou-nos por consideração a Cristo. Isto é infinitamente melhor do que amar um homem por consideração a ele. Deus ama o Seu povo com o mesmo amor infinito com que ama a Cristo. Esta é a nossa herança perdida em Adão que Cristo restaurou.

3_ Adão perdeu a felicidade. Nós também a perdemos. Tornámo-nos tristonhos. Assim como Cristo, sabemos o que significa padecer "Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. " (Isaías 53:3). Cristo deu-nos a felicidade de novo. Nós já temos parte dessa felicidade! Podemos beber da água da vida eterna novamente para que não tenhamos mais sede. Cristo conquistou para nós a felicidade que Adão perdeu. Em Adão perdemos o direito à vida. "no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2:17). A partir do momento que Adão desobedeceu, o homem tornou-se uma alma moribunda. Ele deixou de ser uma alma viva. Mas, Cristo trouxe a vida e a imortalidade à luz através do Evangelho! "E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho;" (2 Timóteo 1:10). Porque Ele vive, nós podemos viver também.

4_ Adão era um rei antes de pecar. Toda a criação de Deus estava sob o seu controle. Ele andava pelo jardim do Éden como um rei anda pelo seu palácio. Desde que Adão pecou, nós não somos reis, e sim servos. Trabalhamos duro e enxugamos o suor dos nossos rostos. Deus disse a Adão: "No suor do teu rosto comerás o teu pão," (Gênesis 3:19). No entanto a dignidade de Adão foi restaurada ao povo de Deus. "E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;" (Efésios 2:6). No futuro, "morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará." (Isaías 11:6); "O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR." (Isaías 65:25).

Naqueles dias o homem será o senhor da criação assim como Adão era no jardim do Éden. Receberemos de volta tudo o que Adão possuía. "Nem uma unha ficará".

5_ Cremos que perdemos a filiação em Adão. Em Cristo recebemos a adopção de filhos. Quando Adão pecou, perdeu a capacidade de estar seguro diante de Deus. Como filhos de Adão não temos base para permanecer na presença de Deus. Mas Cristo retirou-nos da lama do pecado, na qual nos encontrávamos e pôs os nossos pés sobre uma rocha. Por causa de Adão perdemos a nossa retidão. Agora aquele que crê é justificado de todas as coisas. Cristo deu-nos muito mais do que aquilo que perdemos quando Adão pecou. Cristo e Seu povo nada perderam, apesar de tudo aquilo que foi permitido a Satanás fazer. A vitória de Cristo sobre o pecado não foi apenas a retoma do que foi perdido. Foi ganho muito mais. Nós temos muito mais em Cristo do que antes de pecarmos em Adão. "Nem uma unha ficará."

 

No próximo post "Vocês pertencem inteiramente a Cristo?"

http://www.charleshaddonspurgeon.com/2010/06/os-eleitos-hao-de-chegar-ao-ceu-c-h.html