Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

SINAIS E MARAVILHAS

Tenho estado cada vez mais preocupada com o romance que está acontecendo entre os crentes e os milagres.

Uma percentagem demasiado elevada de crentes não busca nada além de milagres...

De alguma forma, eles têm a ideia de que deveriam "velejar" pela vida sem problema algum, ordenando a Deus que opere milagre após milagre para satisfazer cada vontade que tenham. Jesus abordou directamente tal atitude quando esteve aqui na terra:

Uma geração má e adúltera pede um sinal, e nenhum sinal lhe será dado, senão o sinal do profeta Jonas. E, deixando-os, retirou-se. (Mateus 16:4)

"Uma geração má e adúltera" descreve a situação actual do mundo. Muitos buscam apenas a solução dos seus problemas em vez de buscarem a vontade de Deus em sua vida. Devemos ter o cuidado para que nosso desejo de alívio e libertação da dor ou do que quer que seja não nos leve a aceitar milagres provenientes da fonte errada. 

"Porque se levantarão falsos cristos, e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos. Mas vós vede; eis que de antemão vos tenho dito tudo." (Marcos 13:22-23)

É verdade que temos um Deus que opera milagres. Entretanto, muitos cristãos presumem simplesmente que todo e qualquer milagre vem de Deus. Eles cometem um terrível engano! A Palavra de Deus é muito clara : Demónios podem curar. Eles produzem falsas manifestações de cada obra do Espírito Santo e estão operando poderosamente desta forma nestes últimos dias.

Sabemos que sacerdotes budistas, "médicos" feiticeiros africanos, curandeiros e outros, em muitas partes do mundo, são capazes de efectuar curas milagrosas. A Nova Era com a sua versão ocidentalizada do hinduísmo oferece uma variedade impressionante de milagres demoníacos.

A Igreja Católica Romana é uma fonte de milagres atribuídos aos santos que na verdade são mortos... até mesmo as "stigmata" (marcas que aparecem tal como as de Cristo) um falso milagre demoníaco aceite ao longo dos anos pela Igreja Católica, veio a ser aceite por algumas igrejas cristãs, especialmente dentro do movimento neo-Pentecostal.

Como podemos separar todos os falsos milagres dos verdadeiros? A única forma é pedir directamente ao Senhor para nos orientar. Mas há alguns pontos chave que podemos observar:

1. _ As curas, são realizadas quando a pessoa com o suposto dom decide curar? Deus só cura quando Ele quer, não quando nós queremos!

2. _ Os milagres acontecem de uma forma que traz toda a atenção para a pessoa por meio de quem eles são feitos? O Espírito Santo só tem um objectivo em mente, trazer toda a glória e Jesus Cristo. Ele nunca opera de forma a trazer glória a um ser humano.

Isso conduz-nos a outro ponto: a pessoa que faz o milagre usa a "sua" vocação para obter dinheiro, além das suas necessidades básicas? Se sim, a pessoa não é um servo de Deus.

3. _ Qual o resultado a longo prazo da cura ou milagres? A pessoa é conduzida para mais perto do Senhor, o que é demonstrado pela obediência aos mandamentos de Deus e pela fome da Palavra de Deus? Ou ela alegra-se por pouco tempo e prossegue a sua vida longe do Senhor? Cada vez que um milagre era registado em Actos, o resultado era que o povo se regizijava e servia ao Senhor.

Muitos crentes abrem-se a demónios por causa do seu fascínio por milagres. Ministros que ensinam quase exclusivamente sinais e maravilhas incidem no erro de ensinar que Deus sempre quer fazer tais sinais e caem na armadilha de ter que "fazer" Deus actuar a cada vez e em cada lugar em que falam sobre o assunto. Deus é tão capaz de curar de uma forma discreta e silenciosa, em particular, quanto o é em uma reunião pública com muita atenção dirigida para as pessoas envolvidas. Não seja apanhado em shows "cristãos"!

Tenho encontrado incontáveis pessoas cuja fé foi afundada por falsos servos de Deus que lhes disseram que não receberam uma cura milagrosa porque não tinham fé, ou porque devia haver pecado em suas vidas.

Infelizmente, o exemplo dado pelos três "amigos" de Jó está sendo seguido por muitos na Igreja de Cristo hoje.

Os amigos de Jó disseram-lhe que ele estava a ter todos aqueles problemas por causa de algum pecado em sua vida. Eles não sabiam nada acerca do que havia acontecido no céu, entre Satanás e o Senhor, antes das tragédias se abaterem sobre o servo do Senhor.

A Bíblia é muito clara ao dizer que Jó não tinha pecado para causar todos aqueles problemas.

É muito fácil para um ministro pôr a culpa na pessoa que não recebe uma cura milagrosa se o milagre não acontece quando o ministro ora por ela. Naturalmente, tal raciocínio sempre faz o "ministro" paraecer bom, colocando a culpa dna desafortunada pessoa com o problema.

 

Texto retirado e adaptado do livro:

"Prepare-se para a Guerra"

Rebecca Brown

CONTINUA: