Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

Outra Afirmação Poderosa da Incondicionalidade

Efésios 1:3-6 é outra afirmação poderosa da incondicionalidade da nossa eleição e da nossa predestinação para a filiação.

 

"Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; e nos predestinou para filhos de adopção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado," Efésios 1:3-6

 

Alguns intérpretes argumentam que esta eleição antes da fundação do mundo foi apenas uma eleição de Cristo, mas não uma eleição de quais indivíduos estariam realmente em Cristo. Isso equivale e dizer que não há nenhuma eleição incondicional de indivíduos para a salvação. Cristo é apresentado como o escolhido de Deus, e a salvação de indivíduos depende da sua própria iniciativa, para vencerem a sua depravação e serem unidos a Cristo pela fé. Deus não os escolhe, e, por isso, Deus não os pode converter eficazmente. Ele [Deus] só pode dar início à convicção, mas tem que esperar para ver quem proverá o impulso decisivo para se despertar a si mesmo dentre os mortos e escolhê-LO.

 

Esta interpretação não se harmoniza bem com o versículo 11, o qual diz claramente que fomos "predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade". Também não se harmoniza com a fraseologia do versículo 4. O significado normal da palavra traduzida por "escolheu", no versículo 4, é seleccionar ou tirar de um grupo (ver, por exemplo, Lucas 6:13; 14:7; João 13:18; 15:16-19). Portanto, o significado natural do versículo é que Deus escolheu pessoas dentre toda a humanidade, antes da fundação do mundo, para um relacionamento com Cristo, seu Redentor. Esta é a maneira natural de entendermos o versículo.

 

É verdade que toda a eleição se deu em relação a Cristo. Na mente de Deus, Cristo estava crucificado antes mesmo da fundação do mundo (Apocalipse 13:8). Não haveria eleição de pecadores para a salvação se Cristo não tivesse sido designado para morrer em favor dos pecados deles. Portanto, nesse sentido, eles são eleitos em Cristo. Mas são eles que são escolhidos do mundo para estarem com Cristo.

 

Igualmente, a fraseologia do versículo 5 sugere a eleição de pessoas para estarem com Cristo e não somente a eleição de Cristo. Literalmente, o versículo diz: "Havendo nos predestinado para a filiação por meio de Jesus Cristo". Nós somos os predestinados e não Cristo. Ele, é aquele que torna possível a eleição, a predestinação e a adopção de pecadores. Por isso, a nossa eleição é "por meio de Jesus Cristo", mas o versículo não diz que na eleição Deus tinha em vista apenas Cristo. Os cristãos vêm à fé, são unidos a Cristo e cobertos pelo Seu sangue porque foram escolhidos antes da fundação do mundo para esse destino de santidade.

 

Do livro: 5 Pontos

John Piper

Próximo post: Talvez o Texto Mais Importante: Romanos 8:28-33