Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

O SERMÃO DO MONTE - Mateus 5:3-12

"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós." - Mateus 5:3-12

 

Há pelo menos quatro considerações sobre as bem-aventuranças.

1) São um código de ética para os discípulos e um padrão de conduta para todos os cristãos.

2) Contrastam os valores do Reino, que é eterno, com os terrenos que são temporários.

3) Contrastam a fé superficial dos fariseus com a fé real que Cristo exige.

4) Demonstram que as expectativas do AntigoTestamento se cumprirão no novo Reino.

As bem-aventuranças não nos permitem escolher as que nos agradam e desprezar as demais; devem ser consideradas como um todo, pois relacionam o que nós enfrentamos e como devemos agir como seguidores de Cristo.

 

Cada bem-aventurança diz respeito a uma benção de Deus. Bem-aventurança significa mais do que ter alegrias, implica o estado afortunado daqueles que fazem parte do Reino de Deus.

As bem-aventuranças não prometem riso, prazer ou prosperidade terrenas. Para Deus, bem-aventurado é aquele que tem uma experiência de esperança e alegria, independentemente das circunstâncias exteriores. Para encontrar essa forma mais profunda de felicidade, siga Jesus a despeito do preço a pagar.

Com o anúncio de Jesus de que o Reino estava próximo (4:17), as pessoas naturalmente se perguntaram: "Qual a qualificação para entrar no Reino de Deus?" Jesus disse que a organização do Reino Celestial é diferente dos reinos terrenos, pois naquele riqueza, poder e autoridade não são importantes. Assim os súditos do Reino dos céus agem e buscam bençãos e benefícios diferentes.

 

PARA REFLECTIR: Suas atitudes são cheias de egoísmo, orgulho e cobiça pelo poder que há no mundo, ou refletem a humildade e a abnegação de Jesus, o seu Rei?

 

Jesus disse para nos regozijarmos quando formos perseguidos por causa da nossa fé. A perseguição pode ser boa porque:

1) Tira os nossos olhos das recompensas terrenas.

2) Remove as crenças superficiais.

3) Fortalece a fé daqueles que a suportam.

4) Nossa atitude diante dela serve como exemplo para os outros.

Podemos ser confortados, sabendo que os maiores profetas de Deus foram perseguidos (Elias, Jeremias e Daniel). O facto de estarmos a ser perseguidos prova que temos sido fiéis; as pessoas infiéis passam despercebidas. No futuro, Deus recompensará os que usaram de fidelidade, ao recebê-los em seu Reino eterno, onde não haverá mais perseguição.

 

Bíblia de Estudo e Aplicação Pessoal