Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

Moralmente responsáveis

O determinismo divino é absoluto e verdadeiro; portanto, o homem não tem liberdade em nada relativo a Deus — ele não é livre de Deus em qualquer sentido.
Entretanto, ele ainda é moralmente responsável e devedor porque Deus o considera moralmente responsável e devedor. Não existe qualquer razão lógica para trazer a questão da liberdade. A premissa "responsabilidade pressupõe liberdade" é completamente arbitrária, anti-bíblica e impossível de ser provada.
Pelo contrário, a Escritura ensina que a responsabilidade pressupõe o julgamento divino, e julgamento divino pressupõe a decisão de Deus julgar. Não existe nenhuma relação com a questão do homem ser livre ou não. De facto, uma vez que a responsabilidade humana pressupõe o julgamento divino, e desde que o julgamento divino pressupõe soberania divina, segue-se que a responsabilidade humana pressupõe soberania divina, e não a liberdade humana.
Nós somos moralmente responsáveis precisamente porque Deus é soberano e nós não somos livres.
A questão então é: se isto é ou não justo — isto é, se é justo responsabilizar alguém que não é livre. Entretanto, isto é apenas a mesma questão com outras palavras.
A questão da justiça parece ser relevante somente porque já trouxemos ilegítima e arbitrariamente a liberdade para a discussão. Mas nós respondemos que isto é justo porque é o que Deus decidiu fazer, e Ele é o único e definitivo padrão de justiça; portanto, isto é justo por definição.
Essa posição é bíblica e coerente, e não há nada inerentemente contraditório ou impossível sobre isto. Muitas pessoas talvez não gostem porque contradiz suas noções de liberdade, responsabilidade e justiça; no entanto, são noções pecaminosas. [...] Eles ignoram os efeitos do pecado na mente. - Vincent Cheung