Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

Moldando Deus à Soberania do Homem

Hoje, a ideia que muitos têm da soberania de Deus é algo parecido com isto: “Deus só está no controle se a minha vida correr de acordo com a minha vontade e contribuir para  minha felicidade!”

Se acreditamos  que Deus não está controle de TUDO o que acontece, e que nada acontece fora dos seus propósitos soberanos… Porque é que nos admiramos quando alguns dos que frequentam a igreja com assiduidade, que um dia escolheram Jesus (não foi Ele que os escolheu), se desviam quando alguma calamidade, como por exemplo a morte de um ente querido, bate à sua porta? _ Afinal, pensam eles, Deus não podia permitir que isto me acontecesse! Não faço tudo para Lhe agradar? Então, porque é que Ele não evitou isto?

_Talvez porque isso faça parte dos Seus desígnios soberanos que nós não conseguimos entender!? Penso eu.

Que Ele me sustente para eu permanecer firme se um dia me provar dessa forma. Na minha força, sem Ele, sei que desabo.

 

Não deixa de ser estranho que alguém ande tanto tempo na igreja e, de repente se desvie porque Deus não correspondeu às suas espectativas. Mas, verdade seja dita, se foram elas que O escolheram, poderão sempre voltar a fazê-lo, certo?

A Bíblia conta-nos a história de um homem que realmente conhecia a Deus e reconhecia a Sua soberania em tudo, e sobre tudo o que acontece debaixo do Sol. E, se havia entre os mortais um homem justo, fiel e temente a Deus era Jó! Se há alguém que não merecia, sob a prespectiva humana, sofrer tanto, era Jó!

Então, num único dia, Jó perdeu não apenas os seus rebanhos e as manadas, mas também todos os seus filhos _ 10.  Como é ele recebeu tais notícias?

 

“O SENHOR o deu, e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR.” (Jó 1:21)

Quando um desastre após outro se precipitaram sobre a sua própria vida, o que é que ele fez?

_ Amaldiçoou os bandidos? O tempo? Murmurou contra Deus? Perguntou: “Porquê a mim?”?

_ Não! Ele curvou-se perante Deus em adoração! Ele sabia quem era o Seu Senhor. Ele não possuía uma fé cega e tinha a certeza que Deus está no controle de TUDO o que acontece aos seus filhos. Ele descansava sobre a soberania de Deus e na Sua Palavra. Tal como Paulo, mais tarde ele entendeu que “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28).

E é por isso, que a fé verdadeira que Deus concede aos Seus filhos dará sempre graças a Deus por tudo.

 

Hoje, nós conhecemos o fim da história, mas Jó não o conhecia!

O pior é que muitos de nós não conhecem o Deus de Jó, mas sim um Deus mais limitado porque, segundo o nosso entendimento e o ensino que temos recebido, Ele não pode dirigir todas as coisas conforme o beneplácito da Sua vontade e, às vezes, o diabo atravessa-se no Seu caminho, atrapalha os Seus propósitos e quem sofre somos nós… O deus de muitos púlpitos não tem poder para nos guardar e para conduzir a nossa vida segundo a Sua vontade que, via de regra, nunca é a nossa. Se o fizer, arrisca-se a perder-nos porque não admitimos que Ele viole o nosso livre-arbítrio! Pobre deus!

 

Deus_Soberano.jpg