Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

Apocalipse 3:20 - “Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta…” - O Uso Correcto

Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta…

 

A verdade maravilhosa revelada nesta frase, diz-nos que Deus chama as pessoas a responderem à mensagem do evangelho. Qualquer pregação que não exija uma resposta das pessoas será, quando muito, desequilibrada e herética. O evangelista não terá cumprido a sua tarefa se se limitar a proclamar a mensagem, deixando o ouvinte sem senso de urgência, sem que este entenda que está perdido se não responder positivamente ao apelo do evangelho.

Jesus, e os seus apóstolos, deixaram isto muito claro. Desde o início do seu ministério, Jesus ordenou que as pessoas respondessem à chamada do evangelho com arrependimento e fé

 

"O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho." Marcos 1:15

 

O apóstolo Paulo persuadiu e implorou aos pecadores para que, em Cristo, se reconciliassem com Deus (2 Coríntios 5:11,20). Uma das mais poderosas exortações das Escrituras aos pecadores é dele:

 

“eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação” (2 Coríntios 6:2).

Sem dar lugar a desculpas, o evangelho exige uma resposta daquele que o ouve. Porém, essa resposta não se resume à repetição de uma oração escrita nas costas de um folheto evangelístico ou ao acto de ir à frente no fim da mensagem. Todo o conselho das Escrituras chama os pecadores a abrir as suas vidas à obra salvadora e ao governo soberano de Jesus Cristo como Senhor. A Escritura chama o pecador a arrepender-se dos seus pecados, desviar-se de toda a forma de autonomia ou auto governo, e confessar Jesus como Senhor

 

"A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação." Romanos 10:9-10

 

A Palavra de Deus ordena que nos afastemos de qualquer esperança de salvação por meio da nossa própria carne. Ela ordena que nos lancemos, pela fé, sobre as misericórdias de Deus em Cristo.

Para compreendermos o que significa “ouvir a voz de Cristo”  e abrir-Lhe as nossas vidas, temos de considerar, pelo menos, dois textos do evangelho de João:

 

  • “Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus; e os que a ouvirem viverão” (João 5:25)

 

Nestas palavras, Cristo fala da salvação como a ressurreição daqueles que estavam espiritualmente mortos. A salvação, então, é uma obra sobrenatural e milagrosa pela qual Ele transforma o coração do pecador e lhe infunde vida espiritual. Pelo poder magnífico e ilimitado de Cristo, o novo convertido é ressuscitado como uma nova criatura, criado em Cristo Jesus para andar nas boas obras que Deus preparou para ele antes da fundação do mundo.

 

"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." 2 Coríntios 5:17

"Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas." Efésios 2:10

 

A ressurreição espiritual [novo nascimento], não é menos milagrosa ou transformadora de vida do que a ressurreição de Lázaro diante da ordem de Cristo. Portanto, é um absurdo pensar que uma pessoa realmente possa ouvir a voz de Cristo, experimentar obra tão poderosa de Deus, e, ainda assim, permanecer não transformada pelo evento. Conforme nos ensina João 5:25: “Os que a ouvirem viverão”. Consequentemente, eles também “andarão em novidade de vida” (Romanos 6:4).

 

  • As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27)

 

As palavras de Jesus deixam claro que, aqueles que, verdadeiramente, ouviram a Sua voz e Lhe entregaram a sua vida, continuarão a segui-LO. É absurdo pensar, e herético ensinar, que uma pessoa possa ouvir a voz de Cristo e ser ressuscitada da morte espiritual sem experimentar efeitos permanentes da obra de Deus na sua vida. Também é contrário ao ensino de João 10:27  achar que a pessoa possa abrir a sua vida a Cristo só para receber a salvação, para depois a fechar novamente e viver uma vida autónoma, sem ligar a mínima ao seu Salvador. Seria bom que todos nós soubéssemos que a ideia hebraica da palavra ouvir não inclui apenas o acto de escutar, mas também o acto de obedecer.

 

A verdade do evangelho é simples:

Somos salvos só pela graça, só mediante a fé; a salvação é dom de Deus, separada de todo o mérito humano e exclui toda a vanglória na carne (Efésios 2:8-9). A salvação é uma obra sobrenatural do Espírito, pela qual uma pessoa se torna nova criatura e feitura de Deus. Esta verdade garante que a pessoa que ouviu o evangelho e abriu a sua vida para a salvação de Deus, progredirá na santificação pessoal e na conformidade com Cristo. Não é pela força de vontade do convertido, mas sim pelo poder e pela fidelidade do Deus que salva. Aquele que começou a boa obra, vai completá-la.

 

Continua:

Adaptado do livro:

O Chamado ao Evangelho e a Verdadeira Conversão

Paul Washer