Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

A PRESENÇA DE DEUS - 1

"O PERIGO DE A PERDER _ COMO PERDÊ-LA _ COMO RECONQUISTÁ-LA!"

 

Davi cometeu adultério com Bate-Seba, "... porém isto que Davi fizera, desagradou ao Senhor" (2 Samuel 11:27).

Bate-Seba tornou-se raínha, e Davi foi cuidar dos seus deveres reais. Um dia, talvez enquanto estava numa importante sessão de assuntos do governo com embaixadores estrangeiros, alguém se aproximou do rei e cochichou: "Senhor, o profeta Natã está aí. Ele está impaciente e insiste em vê-lo imediatamente. Diz ele que é um assunto de vida ou morte!"

Posso imaginar Davi ficando lívido, o sangue fugindo do seu rosto, incapaz de se mexer, paralisado de medo. Seus pensamentos correram: "Oh não! Ele sabe! Ele deve saber! Ele é profeta! Deus deve ter-lhe falado a respeito do meu caso secreto com Bate-Seba! Ele deve saber que Urias não morreu por acidente; sabe que o mandei para a morte! Está tudo acabado! Estou liquidado. Arrasado! Ele vai desmascarar-me!"

Logo Davi despediu a todos. Respirou lenta e profundamente e deu instruções ao servo: "Conduza Natã aos meus aposentos particulares." E de repente, lá está o profeta com olhos profundos, penetrantes, Natã, o santo homem de Deus. Davi deixa-se cair numa cadeira, branco como um fantasma. "Deus o abençoe, Natã. Em que posso ser-lhe útil? Diga-me!"

Natã começa a contar a Davi o terrível pecado de um homem rico que roubou uma cordeirinha. Davi sente-se aliviado! "Ele não sabe! Ele não está aqui para me desmascarar! Ele está ocupado demais com o pecado de outra pessoa!"

Davi é todo ouvidos agora e responde: "Natã, você que dizer que esse homem rico tremendamente egoísta tinha muitas ovelhas e gado, mas quando chegou alguém e ele necessitava de carne para a sua mesa, roubou a única cordeirinha de um vizinho pobre? E essa cordeirinha era amada pela família, vivia em sua casa, brincava com as crianças, dormia com elas? E este rico, ganancioso, roubou essa cordeirinha? Não é possível, Natã; tão certo como Deus vive, matarei esse homem. Que coisa terrível! Vou fazê-lo restituir quatro vezes mais o valor da cordeirinha. Não se preocupe. Vou dizer ao meu capitão que me traga esse homem agora mesmo. Como se chama ele, Natã? Diga-me. Quem é ele?"

Natã volta-se de maneira abrupta, olha Davi nos olhos, aponta-lhe o dedo, e diz: "Tu Davi. Tu és o homem! Tu roubaste Bate-Seba! Tu és o assassino egoísta!"

Davi perde a fala. O terror apodera-se do seu coração, enquanto Natã clama: "porque desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante dos seus olhos?" (2 Samuel 12:9). Então vieram estas pavorosas palavras: "Eu suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei ao teu próximo" (2 Samuel 12:11). Davi clama: "Pequei contra o Senhor" (2 Samuel 12:13).

Davi está terrificado, não por causa da profecia de Natã de que ele perderia as suas mulheres. Não, Davi lembrava-se do que aconteceu com Saúl em virtude do pecado e da rebelião. Davi tinha visto aquele grande homem de Deus desmoronar-se; ele tinha-o vito cair em estado de loucura quando a presença de Deus se retirou. Ele chorara diante da visão de um homem de Deus, outrora poderoso, amaldiçoar, viver em temor, sem esperança. Davi sabia como era o fim de um homem que perde a presença de Deus. Ele tinha visto o espírito mau que possuiu Saúl.

Por isso Davi clamou: "o meu pecado está sempre diante de mim... Cria em mim ó Deus um coração puro, e renova em mim um espírito reto... Não me lances fora da tua presença, não retires de mim o teu Espírito Santo" (Salmo 51:3; 10,11).

 

Se os cristãos levassem a sério a experiência de Saúl, clamariam ao Senhor como fez Davi: "Cria em mim ó Deus, um coração puro ... não retires de mim o teu Espírito!"  Saúl é um retrato trágico do cristão que perdeu a santa presença de Deus.

 

Do livro: "David Wilkerson exorta a Igreja"

Capítulo: A Presença de Deus