Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entenda a Palavra de Deus

Entenda a Palavra de Deus

"Bem, estou disposto a agarrar minhas chances"

Muitos homens imprudentes e inclinados ao secularismo respondem:

"Bem, estou disposto a agarrar minhas chances". Que conversa tola de uma criatura frágil e mortal! Isto é tolice porque os homens não podem se dar ao luxo de agarrar as suas chances - quer sejam salvos e perdoados, quer sejam perdidos. Com certeza, esta é a grande maldição que jaz sobre a humanidade de nossos dias - os homens estão envolvidos de tal modo em seu mundo sem Deus, que recusam a Luz que agora brilha, a Voz que fala e a Presença que permeia e muda os corações.

Por isso, os homens buscam dinheiro, fama, lucro, fortuna, entretenimento permanente ou apego aos prazeres. Buscam qualquer coisa que lhes remova a seriedade do viver e que os impeça de sentir que há uma Presença, que é o caminho, a verdade e a vida.

 

A. W. Tozer

A lealdade do soldado

Se, com a voz mais elevada e a exposição mais nítida, eu professar toda porção da verdade de Deus, mas não confessar exactamente o pormenor que o mundo e o Diabo estão atacando naquele momento, não estou confessando a Cristo, ainda que  O esteja professando com ousadia.

Onde a batalha ruge, ali é provada a lealdade do soldado. E ficar firme em todos os demais pontos do campo de batalha é mera fuga e vergonha, se o soldado falhar naquele pormenor.

 

 

Martinho Lutero

Nada pode derrotar o amor

Os homens ímpios são constantes no amor ao pecado: nem a vergonha, nem a doença, nem o temor do inferno os fará desistir de seus pecados; assim também, nada pode impedir o amor de um cristão a Deus.

Nada pode derrotar o amor, nenhuma dificuldade ou oposição. "O amor é forte como a morte" (Ct 8.6). A sepultura engole os corpos mais robustos; assim também o amor supera as maiores dificuldades. "As muitas águas não poderiam apagar o amor" (Ct 8.7). Nem as doces águas do prazer, nem as águas amargas da perseguição.

O amor a Deus aguenta firme até à morte. "Estando vós arraigados e alicerçados em amor" (Ef 3.17).

Coisas leves, tais como a palha ou as penas, são facilmente arrastadas, mas uma árvore arraigada suporta a tempestade; assim também aquele que está arraigado em amor pode resistir a todas as coisas. O verdadeiro amor nunca acaba, enquanto há vida.  

 

 

Thomas Watson

Observe atentamente:

Nós, que conhecemos verdadeiramente a Cristo e recebemos aquela dádiva da vida eterna, também recebemos da parte dEle uma comissão clara e específica de transmitir com ousadia a mensagem do Evangelho, como embaixadores dEle. Se não demonstrarmos igualmente clareza e nitidez em nossa proclamação da mensagem, não seremos bons embaixadores.

Mas não somos meros embaixadores. Somos, ao mesmo tempo, soldados comissionados a guerrear em favor da defesa e disseminação da verdade, face aos ataques constantes contra a verdade.

Somos embaixadores com uma mensagem de boas-novas para as pessoas que andam em trevas e vivem na região da sombra da morte (Isaías 9.2). E somos soldados — com ordens para destruir fortalezas ideológicas e derrubar as mentiras e enganos engendrados pelas forças do mal (2 Coríntios 10.3-5; 2 Timóteo 2.2-4).

Observe atentamente: nossa tarefa como embaixadores é levar as boas-novas às pessoas. Nossa missão como soldados é destruir idéias falsas. Devemos manter esses objectivos no seu devido lugar; não temos o direito de declarar guerra contra as próprias pessoas, nem de entrar em relacionamentos diplomáticos com idéias anti-cristãs.

Nossa guerra não é contra a carne e o sangue (Efésios 6.12); nosso dever como embaixadores não nos permite transigir com qualquer tipo de filosofia humana, engano religioso ou outro tipo de mentira nem  alinhar-nos com alguma delas (Colossenses 2:8).

 

 

John MacArthur

APASCENTA AS MINHAS OVELHAS

Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: APASCENTA AS MINHAS OVELHAS.

João 21:16

 

A descrição que Jesus faz dos crentes, como cordeiros (v.15) e ovelhas (v.16), subentende três coisas:

1 _ Precisamos de cuidados pastorais contínuos.

2 _ Precisamos alimentar-nos constantemente da Palavra.

3 _ Posto que as ovelhas tendem a desgarrar-se para o perigo, precisamos de orientação, protecção e correcção, repetidamente.

 

 

 

 

AMAS-ME?

E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, AMAS-ME mais do que estes? (...) João 21:15

 

A pergunta mais importante que Pedro já teve de responder foi se ele tinha amor devotado ao seu Senhor. Aqui, "amor" traduz duas palavras diferentes em grêgo. A primeira, agapao, significa o amor inteligente e com propósito; sobretudo, da mente e da vontade. A segunda, phileo, envolve a afeição calorosa e natural das emoções e, portanto, um amor mais pessoal e afectivo. Com o emprego dessas duas palavras, Jesus indica que o amor de Pedro não deve ser somente da vontade, mas também do coração; amor que brota tanto da determinação, quanto do afecto pessoal. A pergunta que Jesus dirigiu a Pedro é a Sua pergunta para todos os crentes. Todos nós devemos ter amor e devoção pessoal e de coração a Jesus.

 

 

 

 

O SEU CORAÇÃO SE AFASTA PARA LONGE DE MIM

Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas O SEU CORAÇÃO SE AFASTA PARA LONGE DE MIM e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído; Isaías 29:13

 

O povo de Deus diante d'Ele orava, adorava, cantava e louvava, mas seus corações não estavam em Deus, nem obedeciam à sua Palavra. Agiam como se a revelação de Deus e seus padrões de santidade não fossem obrigatórios. (Atenção que os padrões de santidade de Deus para os seus filhos não mudaram...) Ao invés de se deleitarem em Deus e na sua Palavra, levavam o seu tempo em formalidades e tradições religiosas ensinadas por seus dirigentes. Viviam egoísticamente e numa falsa segurança (Jr 4:3-4; 24:7; 31:31-34). Em idêntica condição de perigo destruidor estão certas igrejas hoje. O povo exalta e louva a Deus com os lábios, mas não Lhe tem o mínimo de amor, nem amam a sua Palavra. Terminado o culto, muitos voltam aos prazeres do mundo e do pecado, para satisfação da carne (Mc 7:6-8). O resultado disso é engano e cegueira espiritual.

 

 

 

 

PROVAI... OS ESPÍRITOS

"Amados, não creiais a todo o espírito, mas PROVAI se OS ESPÍRITOS são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo." 1 João 4:1

 

O motivo para provar todo o espírito (i.e., pessoa impelida ou inspirada por algum espírito), é porque "muitos falsos profetas" se abrigarão na igreja. Isso acontecerá, principalmente devido ao aumento da tolerância na igreja quanto a doutrinas antibíblicas, perto do fim dos tempos (os quais estamos vivendo). (Mt 24:11; 1 Tm 4:1; 2 Tm 4:3-4; 2 Pe 2:1-2). O cristão deve testar todos os que, sendo cristãos professos, são mestres, escritores, pregadores e profetas, e mesmo todo o indivíduo que afirma que a sua obra ou mensagem  provém do Espírito Santo. O crente nunca deve crêr que certo ministério ou experiência espiritual é de Deus só porque alguém afirma isso. Além disso, nenhum ensinamento, nem doutrina, devem ser aceitos como verdadeiros só por causa do sucesso, milagres, ou unção aparente da pessoa. (Mt 7:22; 1 Co 14:29; 2 Ts 2:8-10; 2 Jo 7; Ap 13:4; 16:14; 19:20). Qualquer ensino deve ser testado, comparando-o com a revelação da verdade de Deus nas Escrituras (Gl 1:9). É o conteúdo do ensino que precisa ser testado. O ensino tem o mesmo tipo de conteúdo e sentido do ensino apostólico segunto o NT? Deve ser recusado qualquer ensino que alguém afirma ter recebido do Espírito Santo ou de um anjo, mas que não pode ser confirmado pela sã exegese bíblica. A vida do mestre deve ser averiguada quanto ao seu relacionamento com o mundo ímpio, e quanto ao senhorio de Cristo na vida da pessoa.

 

In: